Resenha: Estado de Graça

Sinopse: A Dra. Marina Singh trabalha para uma empresa norte-americana que financia o desenvolvimento de uma nova droga na Amazônia. À frente da pesquisa está a Dra. Annick Swenson, que descobriu uma tribo isolada na floresta cujas mulheres permanecem férteis por toda a vida e dão à luz filhos saudáveis depois dos 60 anos, graças ao hábito de mascarem a casca de determinada árvore. Um medicamento feito a partir dessa substância significaria a solução para os problemas de fertilidade de mulheres em todo o mundo.

Implacável e intransigente, a Dra. Swenson faz de tudo para proteger sua pesquisa dos olhos ambiciosos da indústria farmacêutica e manter em segredo as informações sobre o progresso com os estudos. Após a morte de um colega de laboratório, Marina é enviada ao Brasil com o objetivo de encontrar respostas. Numa odisseia pela Amazônia infestada de insetos, Estado de graça convida o leitor a desvendar os mistérios guardados no coração da floresta.

Li a sinopse deste livro e logo de cara fiquei interessada na leitura. Admito que também adorei a capa de ‘Estado de Graça’, parece um livro velho e amarelado e a textura é muito gostosa de sentir.

A autora Ann Patchett proporciona ao leitor uma viagem ao coração da Amazônia, ao mesmo tempo instigante e atordoante. Vários mistérios durante a narrativa me deixaram intrigada, mas, infelizmente, enquanto o final do livro se aproximava, comecei a ficar angustiada, pois minhas dúvidas foram crescendo e as repostas foram ficando cada vez mais enigmáticas.

A leitura é muito fácil e simples, mas na minha opinião o livro poderia ter sido um pouquinho mais longo. Acho que algumas coisas passaram batidas durante a estória e muita coisa ficou no “ar”. Sem explicações aprofundadas e com muitas teorias do que pode ter acontecido, ‘Estado de Graça’ é um daqueles livros que deixa o final aberto. Entende? Do tipo que diz pra você assim: – Podem ter acontecido diversas coisas diferentes, e você que fique com a opção de escolher o que acha que aconteceu.

Talvez isso seja um problema meu mesmo, não gosto muito de suposições. Então, por isso o final do livro não me agradou muito.

Mas mesmo assim, Estado de Graça vale a pena! =)

Livro: Estado de Graça
Autora: Ann Patchett
Editora: Intrínseca
Páginas: 304

{lang: 'pt-BR'}

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>