Resenha: 72 Horas para Morrer (Book Tour)

Sinopse: Pior do que conhecer um Serial Killer, é um Serial Killer conhecer você!

“O Carro pertence à sua namorada.”

Com essas palavras, Júlio Fontana, delegado da pacata cidade de Novo Salto, tem a vida transformada em um inferno. Pessoas próximas começam a ser brutalmente assassinadas, como parte de uma fria e sórdida vingança contra ele. Agora, Júlio terá que descobrir a identidade do responsável por esses crimes bárbaros, antes que sua única filha se torne o próximo nome riscado da lista. 72 Horas para Morrer é uma corrida frenética contra o tempo, que prenderá o leitor do início ao fim.

O livro é brutalmente tenso.

Quando comecei a leitura de 72 Horas para Morrer, achei que seria um livro previsível, mas logo no primeiro capítulo me surpreendi. O autor Ricardo Ragazzo te leva entre as palavras sem que você sinta o tempo transcorrer. O livro é objetivo e cheio de mistérios, além de envolvente e muito angustiante.

As descrições de cenas brutais e de muito terror ficam na mente como se eu estivesse presente na cena do crime.

A estória é recheada de tortura, sangue e morte e o melhor (pra mim…rs) é que o envolvimento durante a leitura é tão grande, que a corrida contra o tempo para chegar ao assassino nos leva a mergulhar dentro das páginas desse livro de tal forma que nos sentimos fazendo parte da trama.

Em muitos livros, torcemos ou buscamos nos identificar, de alguma forma, com algum personagem da estória, mas em 72 Horas para Morrer é bem difícil decidir que rumo tomar. Todos os personagens descritos na trama nos prendem e ao mesmo tempo, no primeiro momento de dúvida, os soltamos fácil. Acredito que isso tenha sido um jogo proposital do autor para deixar o leitor ainda mais confuso e apreensivo durante a leitura.

Não gosto de dizer detalhes do livro nas minhas resenhas, porque acredito que o que mais vale é aguçar a curiosidade, deixando para os leitores a descoberta sobre o desenrolar da estória.

72 Horas para Morrer é o tipo de livro que indico a quem procura sair da mesmice. E posso garantir que o suspense e a expectativa causados pelo autor não decepciona no final.

Fica a dica de leitura pessoal!

Até a próxima!

Livro: 72 Horas para Morrer
Autor: Ricardo Ragazzo
Editora: Novo Século
Ano: 2011
Páginas: 254

{lang: 'pt-BR'}

Resenha: Noite Eterna

Sinopse: O aguardado desfecho da Trilogia da Escuridão, do premiado cineasta Guillermo Del Toro em parceria com Chuck Hogan, chega às mãos dos leitores em “Noite Eterna”.

Já se passaram dois anos desde que a epidemia de vampiros se espalhou pelo globo, e agora toda raça humana encontra-se à beira da aniquilação. Enquanto o inverno nuclear cai sobre a Terra e o sol infiltra-se apenas por duas horas a cada dia na atmosfera envenenada do planeta, a noite eterna persiste e o ambiente é perfeito para a propagação da peste. (…)”

Quando terminei de ler o segundo livro – A Queda – fiquei chocada com o final. Pois, simplesmente, queria continuar a leitura e não podia. O livro terminou de uma forma totalmente agoniante que eu precisava saber desesperadamente o que acontecia com os personagens.

Bom, quando finalmente tive em minhas mãos o último livro da trilogia da Escuridão – Noite Eterna – devorei-o rapidamente… quero dizer, li-o rapidamente. =)

O livro dá um pulo de 2 anos na história, o que é muito bom, porque dessa forma, sentimos os efeitos de um futuro devastador, após o surgimento desses seres malignos que se apossaram do planeta.

Todo o lado sombrio e opressor presente nos dois primeiros livros, está ainda pior em ‘Noite Eterna’.

A raça humana foi sobrepujada por uma raça “superior”. Vivemos em um mundo onde somos tratados da mesma forma em que criamos os animais no qual, hoje, nos alimentamos. Toda uma civilização presa para ser utilizada em um único propósito: acabar com a fome da nova raça que caminha sobre esta terra.

Além de toda tristeza e falta de esperança, a resistência humana continua ativa, se mantendo viva, lutando por um futuro em um planeta, que até então, encontra-se devastado.

Vale ressaltar, que o final do livro nos deixa com uma sensação de vazio e descrença de que o livro, realmente, chegou ao fim. Cheguei a cogitar a hipótese, um pouco antes do desfecho final, que talvez houvesse um quarto livro que eu desconhecesse, tamanha a sensação de “não é possível que o final esteja mesmo nessas páginas!” Mas acreditem, o final estava mesmo naquelas páginas…. e mesmo, não sendo o tipo de final que eu esperaria, não fiquei chateada.

A leitura desta série foi maravilhosa. Lia o livro roendo as unhas e sempre apreensiva, querendo saber o que aconteceria nas páginas seguintes.

Espero que vocês também curtam este livro, assim como eu curti!

Ps: Mas não se esqueçam, esse livro trata-se de um 3º volume de uma trilogia. Então, leiam os primeiros dois livros antes de pegar nas mãos o Noite Eterna… ok?

Boa leitura a todos!

Livro: Noite Eterna – Trilogia da Escuridão
Autores: Guillermo Del Toro e Chuck Hogan
Editora: Rocco
Páginas: 414

{lang: 'pt-BR'}